20 Anos!

DSC03667

O que uma garota de, só, 20 anos pode passar para alguém? Quase nada, concordo. Que tipo de experiência extraordinária uma garota de 20 anos pode transmitir para alguém? Quase nenhuma, concordo também. O que uma garota que fez 20 só a “um” mês tem a dizer? Quase nada, concordo com isso também.

Mas, o que uma garota de 20 tem a dizer a uma garota de 15? Ou a uma criança de 10? Muitas coisas, certo?

DSC03717

Ter 20 anos não é nada extraordinária, não é uma mudança de vida, não te traz boas notícias (literalmente falando). Mas o que é ter 20 anos?

Basicamente ter 20 anos é ter mais responsabilidade, ou não (depende de como você encare as coisas). Imagine que você chegou a uma idade que, ao meu ver, todos já começam a te considerar um pré-adulto. E ser um pré-adulto te exige crescer, ter mais responsabilidade, trabalhar (se a universidade deixar), etc, etc, etc. “Como assim? Serei obrigado a crescer só por ter 20 anos?” Não, você pode continuar sendo o filhinho(a) de papai que sempre foi e só tomar “rumo” na vida quando for mais velho.

“Ah, então ter 20 anos é chato!” Aí que você se engana, ter 20 anos é libertador. Você se conhece a 2 décadas, você sabe todos os seus sonhos, todos os seus defeitos e qualidades. Você sabe exatamente o que quer e tem maturidade suficiente para ser feliz.

20150812_161707

Mas isso não quer dizer que todos irão ser assim, ainda vai ter aquela pessoa (e com certeza você irá lembrar de alguém nesse momento) que não irá se encaixar em nenhuma dessas coisas que eu disse. Por que? Porque são pessoas que não percebem que estão crescendo, só pode ser isso, ou que simplesmente não querem crescer. Ou, melhor ainda, tem medo de crescer. Seja qual for a resposta do motivo dessas certas pessoas “fugirem” da maturidade, só tenho algo a dizer: PARA QUE TÁ FEIO!

Mas onde foi que eu parei mesmo? Ah, ter maturidade para ser feliz.

Quanto tempo a gente não leva tentando ser aquilo que os outros esperam ou que os outros querem. Mas quando chega essa maturidade, descobrimos exatamente quem somos. “Ficou tão repetitivo”, e daí? Você já se conheceu a ponto de saber exatamente o que vai te deixar feliz? Pode parar, pensou demais, você não se conhece tão bem. Então não é repetitivo dizer: Eu me conheço. “E, se você considera se conhecer tão bem, o que vai te deixar feliz?” Pequenos detalhes, e não estou dizendo isso porque é uma resposta que todos vão dar ou porque é a resposta que a maioria espera que você dê (se você disser que o que te deixa realmente feliz é uma limousine. Desculpa, mas a primeira coisa que vão pensar é que você é um riquinho metido a besta).

Mas afinal, por que pequenos detalhes me encantam? Primeiro quero dizer uma coisa: São detalhes, não exatamente atitudes (pequenas atitudes também me deixam feliz, mas os detalhes mais ainda). Segundo, o que me deixa feliz é: aquela chuva em uma tarde de domingo, aquela brisa de uma segunda, aquele pôr do sol da terça, aquela risada de amigos na quarta, aquele abraço na quinta, aquele frio na barriga na sexta e aquela sensação de liberdade no sábado. Mas o melhor detalhe, ou melhor dizendo, a melhor felicidade é a de se sentir livre.

“Então ter 20 anos é ser livre?” Não, ter 20 anos é ser feliz. Sabe por quê?

DSC03733

Porque com 20 eu:
1- Já brinquei na rua;

2- Enfrentei meus medos;

3- Superei meus erros;

4- Realizei meus sonhos;

5- Já me arrependi, mas aprendi;

6- Já vi o pôr do sol, mas principalmente o nascer do sol;

7- Já cantei bem alto sem me importar com os outros ao redor;

8- Já chorei sem me importar com quem estava perto;

9- Já chorei de tanto rir e já ri bem alto sem me importar com quem estava olhando;

10- Já briguei (e perdi, mas também já venci);

DSC03720

11- Já caí e fingi que estava correndo;

12- Já conheci pessoas que sou fã;

13- Já conheci pessoas que quero que fiquem ao meu lado pra sempre (e outras que não valem nem o esforço);

14- Já dancei just dance na frente de quase 2000 pessoas (ou mais);

15- Já passei um dia inteiro sem dormir (e depois dormi por quase um dia inteiro rsrs);

DSC03704

16- Já acampei dentro de um centro de convenções (e foi muito engraçado);

17- Já me sujei toda de pó de tinta (#happyholi ❤);

18- Já subi uma serra (e quase morri, por causa do meu problema respiratório);

19- Já fiz mergulho e me apaixonei pelos detalhes que existem lá (do silêncio, da paz, da simplicidade);

20- Mas o principal é que já vivi e continuo vivendo a melhor aventura que existe: Viver!

Grandes beijos e abraços…

P.s.: Agradeço a Alana por ter sido minha fotógrafa por um dia, amei todas (muito obrigada ♥)

Instagram •• Twitter •• Facebook •• Pinterest

layoutoficial2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s